Juventus goleia Guará em meio à confusões

Em partida marcada por uma série de confusões e expulsões, o Juventus derrotou o Guaratinguetá por 4 a 1 na tarde deste sábado, na Rua Javari, em São Paulo, pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. Com o resultado, o Juventus f icou isolado na liderança do Grupo 2, com 10 pontos, enquanto o Guaratinguetá ficou com seis pontos e no quarto lugar. No dia 18 de fevereiro, o Juventus irá enfrentar o Noroeste, em Bauru, enquanto, no dia 20 de fevereiro, o Guaratinguetá recebe o Taubaté. Aos 12 minutos do primeiro tempo, Fabinho cabeceou após cruzamento da direita e abriu o placar para o Juventus. Na etapa final, o que não faltou foi emoção. Logo no primeiro minuto, Leonardo empatou para o Guará. Aos 26, porém, Hugo colocou novamente o Juventus na frente. O quarto gol do time da casa saiu aos 31 minutos, com Fabinho cobrando pênalti. A dez minutos do final, o lance mais polêmico do jogo: o goleiro Ederson atingiu o atacante juventino Lima com uma cabeçada e acabou expulso. Na saída de campo, agrediu o árbitro José Vagner Bravo, que acabou caindo sentado no chão. Como o Guará já havia feito as três substituições, Leonardo acabou indo para a meta mas não evitou o quarto gol do Juventus, marcado novamente por Fabinho, cobrando pênalti. Depois, Rodrigo e Leandrinho, pelo Juventus; e Diovane, pelo Guaratinguetá, também receberam o cartão vermelho.

Agencia Estado,

12 de fevereiro de 2005 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.