Paolo Giovannini/AP
Paolo Giovannini/AP

Juventus goleia a Udinese e alcança dez vitórias seguidas

Com os 4 a 0, time de Turim fica a dois pontos do líder Napoli

Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2016 | 14h40

O início de temporada vacilante já não tem mais a ver com a realidade da Juventus no Campeonato Italiano, após 20 rodadas. Neste domingo, o time de Turim goleou a Udinese por 4 a 0, mesmo fora de casa, com todos os gols no primeiro tempo, e alcançou a décima vitória consecutiva na competição, mantendo viva a perseguição à ponta do torneio.

Com o triunfo, a Juventus passou a Inter de Milão na vice-liderança do Italiano, pois chegou a 42 pontos, dois a menos que o Napoli. A Udinese, por sua vez, segue na parte intermediária da tabela, com 24 pontos, em 13.º lugar.

O passeio da Juventus começou aos 14 minutos de jogo, quando Dybala abriu o placar. O atacante cobrou falta pela direita no contrapé do goleiro Karnezis, que deu um passo para o lado e não conseguiu voltar para tentar a defesa.

Três minutos depois, a bola sobrou pela direita da área, Dybala cabeceou para o meio e Khedira se aproveitou da falha da zaga para empurrar para o gol vazio: 2 a 0. Já aos 24, a vitória estava praticamente encaminhada. Lichtsteiner lançou Mandzukic nas costas de Danilo, ele saiu de frente para o goleiro e o brasileiro cometeu pênalti. O juiz mostrou o cartão vermelho direto para o zagueiro. Dybala, que não tinha nada a ver com aquilo, tratou de cobrar o pênalti com categoria, tirando do goleiro.

Pouco antes do final do primeiro tempo, aos 41, o brasileiro Alex Sandro deu números finais ao marcador. O lateral recebeu na entrada da área pela esquerda, ameaçou passar mas cortou para o pé direito e bateu colocado, marcando um belo gol.

OUTROS RESULTADOS

Ainda neste domingo, o Genoa goleou o Palermo por 4 a 0, com dois gols de Pavoletti. Fora de casa, a Lazio levou dois gols em 20 minutos, mas conseguiu buscar o empate por 2 a 2 contra o Bologna. Brigando para não cair, o Carpi bateu a Sampdoria por 2 a 1, e o Chievo Verona empatou por 1 a 1 com o Empoli.

Em pleno Estádio Olímpico, a Roma saiu na frente diante do Hellas Verona aos 41 minutos do primeiro tempo com Radja Nainggolan, que recebeu um belo passe de calcanhar de De Rossi. No entanto, aos 15 da segunda etapa, o ex-corintiano Leandro Castan cometeu pênalti em Wszolek e Pazzini converteu a cobrança, definindo o empate por 1 a 1.

Agora o time da capital soma apenas uma vitória nos últimos 11 jogos oficiais, são oito empates e duas derrotas, fato que fez com que o time caísse para o quinto lugar no Italiano, com 35 pontos, nove atrás do Napoli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.