Jean-Paul Pelissier/Reuters
Jean-Paul Pelissier/Reuters

Juventus mira contratação de Kylian Mbappé, diz jornal italiano

Depois de tirar Cristiano Ronaldo do Real Madrid, equipe italiana busca a contratação de uma estrela mais jovem

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2019 | 13h49

Depois de surpreender no mercado de transferências e tirar Cristiano Ronaldo do Real Madrid, a Juventus promete contratar outra estrela do futebol mundial: Kylian Mbappé. Em entrevista ao jornal italiano Tuttosport, o presidente da heptacampeã italiana, Andrea Agnelli, prometeu um novo reforço de impacto.

"Vamos tentar contratar outro Ronaldo (um jogador com o mesmo mediatismo do internacional português), mas desta vez estamos a tentar um com menos de 25 anos", explicou o cartola.

Ainda segundo a publicação, o Paris Saint-Germain estaria disposto a aceitar uma proposta 200 milhões de euros (R$ 855 milhões) para se adequar aos critérios de Fair-Play Financeiro imposto pela UEFA e não sofrer qualquer tipo de multa ou exclusão de competições.

As contratações de Neymar, por quem o PSG desembolsou 222 milhões de euros (R$ 820 milhões), e de Kylian Mbappé, que custou 180 milhões (R$ R$ 668 milhões), acompanhados dos altos salários, desequilibram as contas do clube francês, que sem participar das competições da Uefa perderia uma grande fonte de renda.

Para evitar passar pelo mesmo problema, no entanto, a Juventus também teria que se desfazer de uma de suas estrelas, sendo o argentino Paulo Dybala o principal nome apontado na Itália.

Risco de punição

Em novembro do ano passado, o PSG já estava na mira das autoridades europeias por causa de contratos antigos de patrocínio assinados com entidades do Catar, vínculos avaliados muito acima do preço do mercado.

O problema estava nos acordos assinados a partir de 2015, mas, segundo o jornal L'Equipe, a câmara de julgamento da Uefa, que decidiu reabrir o caso, quer que também sejam revisados os das temporadas 2013-2014 e 2014-2015.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.