Juventus tem um jogo duro em Údine

A Juventus lidera o Campeonato Italiano(51 pontos), é uma das fortes candidatas ao título, mas não deveter vida fácil neste domigno, no complemento da 24ª rodada datemporada de 2002-03. A equipe de Turim visita a Udinese, rivalempolgada com o sexto lugar e com os 36 pontos conquistados, eque sonha com a possibilidade de voltar à Copa da Uefa. E aindaconta com a torcida de Inter, Milan, Lazio, outros envolvidosdiretamente na corrida pelo scudetto, o escudinho que o campeãopode ostentar na camisa como prova de hegemonia nacional. A Juventus comemora a boa fase doméstica - consolo paraa surra de 3 a 0 que levou do Manchester, em casa, pela Liga dosCampeões, 15 dias atrás. Depois de descontar o tropeçointernacional com um 3 a 0 sobre a Inter, na semana passada, aVelha Senhora está perto de ter o retorno de Alessandro DelPiero. O astro está em fase final de recuperação da lesão que otirou de combate por longo tempo. O técnico Marcello Lippichegou a estudar a possibilidade de colocá-lo em campo nestedomingo, mesmo por alguns minutos. Mas parece ter desistido daidéia em cima da hora. O ataque titular começa com Trezeguet e Di Vaio, a duplaque tem feito os torcedores confiarem na possibilidade deconquista do 27º título nacional. A Udinese tem algunsdesfalques, mas ainda confia na regularidade do veterano zagueiroargentino Sensini e no oportunismo do centroavante alemãoJancker. O Milan recebe o Chievo, mas fica com um olho no queacontece em Údine. Os milaneses perderam pontos importantes nasúltimas semanas, despencaram do primeiro para o terceiro lugar,mas com 47 pontos ainda estão na luta. O técnico Carlo Ancelottitem reclamado da instabilidade da equipe, que na semana passadacedeu dois pontos importantes no empate por 3 a 3 com aAtalanta. Nessa partida, Rivaldo desperdiçou um pênalti, masgarantiu que não se intimidará, "se surgirem novasoportunidades". O Chievo (40), se sustenta em quinto lugar erepete a boa campanha de 2001-02, quando estreou na Série A docalcio. A rodada é fundamental para o Parma, com 37 pontos e quenão abandonou o projeto de retornar à Copa da Uefa na próximaedição. Para que a estratégia não seja frustrada, é necessáriobater a Atalanta (24 e ameaçada pelo rebaixamento), no duelo emBérgamo. Desesperadora é a situação do Torino, time tradicionalque viveu momentos de glória nos anos 40 e que agora luta paranão cair. Com 13 pontos, segura a lanterna e recebe a Reggina,com 25 e igualmente na zona de descenso. O Como está empenúltimo lugar, com 15 pontos, e procura ganhar fôlego ao jogarem seu campo com o Brescia (28). A rodada terá ainda Empoli (24)x Piacenza (16) e Modena (26) x Perugia (30).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.