Juventus venderá suas ações na Bolsa

A Juventus anunciou nesta terça-feira que irá vender 37% do seu capital social no dia 20 de dezembro, na Bolsa de Valores italiana. Com isso, a equipe de Turim espera arrecadar cerca de 500 milhões de euros (pouco mais de 1 bilhão de reais) e investir esse dinheiro na construção de um centro esportivo e na modernização do estádio Delle Alpi.Controlada pela família Agnelli, dona da Fiat, a Juventus irá se tornar a terceira equipe italiana a vender seus títulos na Bolsa da Valores. A pioneira foi a Lazio, em 98, seguida pela Roma, no ano passado. Milan, Inter de Milão e Fiorentina são outros clubes do país que já estudam a possibilidade de também entrar no mercado de ações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.