Kahn baterá recorde de Lehmann como "reserva" na seleção

Se não houver uma mudança de última hora, o goleiro Oliver Kahn vai superar, na partida desta terça-feira, contra o Equador, uma marca de seu companheiro de equipe, Jens Lehmann: será o arqueiro que mais vezes ficou no banco de reservas em Mundiais.Kahn fará parte dos suplentes pela 13ª vez em uma Copa, ao passo que Lehmann viveu essa situação por 12 vezes. A marca deverá consolidar a mudança de papéis vivida pelos dois goleiros, que estiveram disputando a condição de titular durante meses, até o início da Copa, quando o técnico Klinsmann se decidiu por Lehmann.Kahn foi reserva das seleções da Alemanha nos Mundiais de 1994 e 1998, mas jogou como titular na Copa de 2002. Klinsmann já destacou em diversas oportunidades o papel de Kahn como "motivador" de seus companheiros, por ser um "veterano de seleção".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.