Kahn desabafa e reclama de ser reserva na Alemanha

O goleiro alemão Oliver Kahn, vice-campeão mundial em 2002 e atualmente na reserva da seleção de seu país, está irritado por não estar jogando. Neste domingo, a revista alemã Der Spiegel publicou uma entrevista com o jogador onde ele desabafa: "Nunca compreendi porque não sou mais o titular, nunca recebi nenhuma explicação".Na entrevista, Kahn dirigiu suas críticas à comissão técnica da seleção alemã, que tem como principal personagem o técnico Jürgen Klinsmann. "Tudo o que escutei foi ´escolhemos Lehmann´. Foi dito que ele tinha uma pequena vantagem sobre mim. Mas, deixaram de lado o goleiro titular da Alemanha após tanto tempo porque o outro tem a seu favor uma pequena vantagem. Para mim, isso não é uma boa justificativa", disse.A participação nos jogos pelos Bayern de Munique foi lembrada pelo ex-titular da Alemanha. "Nas duas últimas temporadas joguei no mais alto nível, tanto na Liga dos Campeões como no Campeonato Alemão, onde obtive dois títulos seguidos (copa e campeonato). Tenho uma experiência enorme em grandes torneios. Não havia nenhuma razão para mudar o número um."Olivier Bierhoff, auxiliar-técnico de Klinsmann, reconhece que não gostou de ter visto Kahn na reserva no jogo contra a Suécia, sábado, em Munique - justamente no estádio onde joga pelo seu clube. "Não foi fácil mesmo para ele estar no banco em seu estádio."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.