Kaká ajuda ONU a combater a fome

O atacante Kaká será um dos principais protagonistas de uma campanha que será lançada pela ONU para o combate à pobreza no mundo. A informação é da própria assessoria das Nações Unidas, que revela que a publicidade com a imagem do goleador do São Paulo será divulgada em todo o mundo a partir de meados do ano. "Ainda estamos fechando os últimos detalhes, mas já está certo que Kaká será um dos destaques da campanha", afirma uma porta-voz do Programa da ONU para o Desenvolvimento. O atacante, porém, não será nomeado embaixador da ONU, como queria. O posto está reservado apenas para Ronaldo e Zidane, que também participarão da campanha. Em compensação, existe a possibilidade de que Kaká esteja acompanhado da modelo brasileira Gisele Bundchen nos comerciais que a ONU fará com ele. "A escolha de estar acompanhado pela modelo foi do próprio jogador", afirmou a ONU, que ainda avalia se, para efeitos publicitários, não seria melhor que Kaká aparecesse ao lado de um astro estrangeiro. A ONU confirma que Kaká não receberá cachê pela participação nos anúncios publicitários, mas especialistas em propaganda na Europa consideram que os ganhos são significativos para um jogador que aparece veiculado a uma campanha mundial contra a pobreza. Já a ONU aproveita a disposição de jogadores para aumentar a visibilidade de seus projetos. Na semana que vem, será a vez de Ronaldo voltar ao país onde conquistou a Copa do Mundo de 2002. O atacante do Real Madrid lançará em Tóquio, mais um comercial para promover o desenvolvimento. Desta vez, porém, o anúncio será em japonês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.