Kaká conhece a proposta, mas ainda não negocia com o City

Meio-campista quer primeiro a autorização do Milan e, daí, garantias de que o time inglês será vencedor

Redação

14 de janeiro de 2009 | 10h47

A oferta do Manchester City ao Milan de cerca de 100 milhões de libras (cerca de R$ 335 milhões) por Kaká é de conhecimento do jogador, confirma seu assessor, Diogo Kotscho. Mas, ele garante, nenhuma negociação com o meio-campista está em andamento até o momento. E isso só aconteceria quando o time italiano autorizar.Veja também:Kaká avisa: 'Vou envelhecer no Milan, meu objetivo é ficar'Milan aceita vender Kaká para o Manchester City Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoPara negociar com os ingleses, Kaká exigiria garantias de que o time não vai cair no Campeonato Inglês (hoje está em 15.º lugar, e serão rebaixados os três últimos dos 20 times do torneio) e que nos próximos anos tem chances de ser não só campeão nacional como da Liga dos Campeões.Kotscho explica os motivos destas imposições técnicas, em entrevista ao SporTV: "Não é só dinheiro, o Kaká precisa de um projeto a curto prazo que seja interessante para ele e o time. A garantia que ele vai exigir é um time vencedor, porque ele quer voltar a ser o melhor do mundo e jogar uma Copa do Mundo e para isso precisa jogar em um time alto nível." O salário só seria discutido depois que Kaká aprovasse essas garantias. Por enquanto, o meio-campista participa normalmente de sua rotina no time italiano, treinando em Milanello.NÃO HÁ O QUE FALARPelo lado do Milan, em nota oficial, o time admite o contato com representantes da equipe inglesa. "[Adriano] Galliani [vice-presidente] recebeu uma delegação do Manchester City na segunda em Milão num gesto de cortesia como é comum nestes casos. Não há mais o que falar até o momento."Já o presidente Silvio Berlusconi deixou no ar um tom de lamentação pelo caso aos jornalistas italianos. "Eu tenho esperança de que o jogador não será vendido", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.