Kaká declara apoio a Dunga, apesar dos maus resultados

Seleção é a segunda nas Eliminatórias, mas vem de um empate em 0 a 0 contra a Colômbia, no Maracanã

EFE

21 de outubro de 2008 | 12h28

O meia brasileiro Kaká, do Milan, enviou uma mensagem de apoio ao técnico Dunga, da seleção, questionado após os maus resultados nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. "Gosto muito do Dunga. É preciso ser paciente, não se pode esquecer que é sua primeira experiência como treinador. Não é fácil, principalmente em nosso país, mas tenho confiança", afirma o jogador em entrevista publicada nesta terça-feira, pela revista France Football. Para Kaká, as Eliminatórias sul-americanas são mesmo complicadas. "As Eliminatórias se estendem durante quase três anos com longas pausas. Os próximos jogos serão em março e é impossível prever o que acontecerá", comenta. O Brasil ocupa a segunda colocação, com 17 pontos em 10 partidas, mas não marca um gol em casa há três jogos, um dos motivos pelos quais o técnico vem sendo bastante criticado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.