Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Kaká defende contratações milionárias do Real Madrid

Após gastar cerca de R$ 178 mi com brasileiro, time espanhol deve contratar Cristiano Ronaldo por R$ 255 mi

AE, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 11h13

BLOEMFONTEIN - Contratado por 65 milhões de euros (cerca de R$ 178 milhões) pelo Real Madrid, o brasileiro Kaká defendeu neste domingo a política do presidente Florentino Perez, que abriu os cofres do clube para montar uma equipe forte visando à próxima temporada. O dirigente foi criticado, sobretudo pelo Barcelona, por ter "inflacionado o mercado".

Veja também:

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Isso é uma questão de política. O Florentino [Perez] tem seu projeto, sua maneira de fazer as coisas. Esta é a forma que ele encontrou para que o Real volte a ter uma boa equipe", disse Kaká em entrevista à TV Globo.

Na quinta-feira, a equipe madrilenha fez oferta de 80 milhões de libras (cerca de R$ 255 milhões) por Cristiano Ronaldo, e deve anunciar a contratação do português em breve. Kaká comemorou a chegada do ex-jogador do Manchester à sua nova equipe.

"Foi uma surpresa para mim, porque foi muito rápido. Foi uma surpresa positiva, ele pode acrescentar muito ao time. Uma equipe precisa de jogadores que possam decidir uma partida, e ele é assim", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.