Kaká e Ronaldinho encantam a Europa

Um está arrebentando na Espanha, o outro encanta a Itália. Um acabou de completar 24 anos, o outro fará 22 daqui a um mês. Ambos são campeões do mundo. Ronaldinho Gaúcho e Kaká: quem é melhor?A pergunta é complicada. Os que preferem Ronaldinho Gaúcho, louvam sua habilidade fora do comum, seu estilo artístico. Os que elegem Kaká, elogiam sua objetividade e a rapidez com que se tornou uma estrela no competitivo futebol italiano.Ronaldinho Gaúcho chegou à Europa em janeiro de 2001, contratado pelo Paris Saint-Germain. Jogou duas temporadas e meia no clube francês e já fazia diabruras, mas o PSG era pequeno para o seu talento.Na metade do ano passado, Manchester United, Real Madrid e Barcelona se interessaram por ele. O craque escolheu o clube catalão e agora veste uma camisa que lhe proporciona a repercussão que o seu futebol merece. Em sua chegada ao Barça, 20 mil torcedores foram saudá-lo.Kaká está em sua primeira temporada na Europa. Chegou logo a um clube de ponta e tornou-se intocável no time mais cedo do que os próprios italianos esperavam. Com personalidade e talento, superou Rivaldo e Rui Costa na preferência do técnico Carlo Ancelotti.Pelo que estão jogando, Ronaldinho Gaúcho e Kaká são candidatos ao prêmio de melhor jogador do mundo que a Fifa entregará no final do ano. E também à "Bola de Ouro", troféu que a revista France Football oferece ao melhor jogador do ano em atividade na Europa.Para o ex-jogador Casagrande, colunista do ?Estado? e comentarista da Rede Globo, Kaká tem mais chance de chegar antes ao topo do mundo. "Os dois estão num ótimo momento, mas o Kaká tem um estilo que agrada mais ao europeu. Estou surpreso com a rapidez como ele se adaptou ao futebol italiano." Em Ronaldinho Gaúcho, ele aprecia a habilidade."Acho que ele tem um grande mérito, que é unir habilidade e objetividade. O Ronaldinho dribla, joga bonito e decide. O Denílson, por exemplo, dribla como o Ronaldinho mas não faz gol em ninguém."Neto, comentarista da Rádio Globo e da Rede TV!, concorda com Casagrande. Mas prefere o jogador do Barcelona. "Os dois são craques, mas o estilo do Ronaldinho me agrada mais. Acho que ele é mais completo."O técnico Ricardo Gomes, que dirigiu Kaká na Seleção Sub-23, vê um ?empate técnico?. "Os dois são habilidosos, finalizam bem, têm velocidade, visão de jogo, sabem jogar na frente e um pouco mais atrás, vão bem pelas laterais...Precisa de mais alguma coisa? Qualquer um deles pode ganhar o prêmio já neste ano."

Agencia Estado,

26 de março de 2004 | 10h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.