Kaká marca na prorrogação e dá vaga sofrida ao Milan

O Milan suou muito, mas conseguiu passar pelo Celtic nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Depois de empatar sem gols tanto o jogo de ida, em Glasgow, há duas semanas, como o de volta, no tempo normal, nesta quarta-feira, no Estádio San Siro, a equipe italiana garantiu a classificação com um belo gol de Kaká na prorrogação: 1 a 0.Logo aos dois minutos do primeiro tempo do tempo extra, o brasileiro recebeu a bola no meio-de-campo, avançou até a área escocesa e tocou por baixo do goleiro polonês Buruc. Foi o sexto gol do meia na Liga dos Campeões, do qual é artilheiro isolado."Esta noite vou dormir feliz pelo que consegui. Gosto de levar o Milan sempre adiante. Fiquei satisfeito por ajudar meu time num jogo tão complicado", disse Kaká. Mas, até então, a defesa do Celtic vinha sendo uma muralha quase intransponível para o Milan. O próprio Kaká acertou um chute no travessão aos 41 minutos do segundo tempo. Pouco antes, Seedorf parou numa linda defesa de Buruc em cobrança de falta.Parte desse sufoco milanês, no entanto, pode ser atribuída à falta de ousadia do técnico Carlo Ancelotti, que, mesmo precisando vencer, escalou o time com apenas um atacante de ofício, Inzaghi, substituído no segundo tempo por outro jogador da posição, Gilardino. Ricardo Oliveira ficou no banco de reservas e Ronaldo não pôde atuar porque já defendeu o Real Madrid no torneio.Mesmo aos trancos e barrancos, o Milan segue na busca pelo seu sétimo título de campeão europeu - ganhou em 1963, 1969, 1989, 1990, 1994 e 2003. O adversário nas quartas-de-final sairá em sorteio que será realizado nesta sexta-feira.Atualizado às 19h41

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.