Arturo Rodriguez/AP
Arturo Rodriguez/AP

Kaká marca, Real vence e assume liderança na Espanha

Time da capital espanhola supera o Tenerife por 3 a 0, enquanto Barcelona bate o Málaga por 2 a 0

Agencia Estado

26 de setembro de 2009 | 15h23

O meia Kaká foi mais uma vez decisivo neste sábado para ajudar o Real Madrid a vencer pelo Campeonato Espanhol. Depois de fazer seu primeiro gol em jogos oficiais pelo clube na última quarta-feira, o brasileiro voltou a marcar. Com um gol dele, o Real venceu o Tenerife por 3 a 0 e assumiu a liderança, somando 15 pontos, mesma pontuação do Barcelona, que superou o Málaga por 2 a 0 fora de casa. O time da capital espanhola leva vantagem nos critérios de desempate.

Veja também: 

Espanhol 09/10 - tabela Classificação / resultados / calendário

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Jogando no Estádio Santiago Bernabéu, o técnico Manuel Pellegrini preferiu deixar Kaká no banco de reservas durante todo o primeiro tempo. Sem o meia da seleção brasileira, os anfitriões pouco criaram e não conseguiram tirar o zero do placar. Mas para a segunda etapa Pellegrini colocou Kaká no lugar de Granero, e ele mudou a história do jogo, mesmo não participando diretamente dos dois primeiros gols.

Para tirar o zero do placar em Madri, foi fundamental a boa atuação do francês Benzema. Logo aos três minutos, ele aproveitou cruzamento da esquerda e marcou de cabeça. Já aos 13, após chute da defesa para frente, ele ganhou da marcação e dominou para bater no canto. Kaká fez o dele aos 33 minutos, quando pegou a sobra de bola na entrada da área e ajeitou para acertar um belo chute, no ângulo direito do goleiro.

Já o Barcelona contou com jogadores que vieram do banco de reservas para manter os 100% de aproveitamento na competição: o atacante Ibrahimovic e o zagueiro Piqué.

Poupado pelo técnico Josep Guardiola, Ibrahimovic precisou ir a campo aos 28 do primeiro tempo, quando Henry sentiu problema físico e pediu para sair. O Barcelona era pressionado pelo Málaga até a entrada do sueco, que mostrou ter estrela. Onze minutos depois, o atacante recebeu bom passe de Messi e abriu o placar com tranquilidade.

Sorte semelhante teve o Barcelona novamente no segundo tempo. Aos 11, o ucraniano Chygrynskiy reclamou de dores e foi substituído por Piqué, que três minutos depois desviou falta cobrada por Xavi e ampliou o marcador.

Mesmo em vantagem, o Barcelona seguiu pressionando e criando novas oportunidades. Messi saiu na cara do gol aos 18, mas o goleiro Munúa saiu nos pés do argentino e salvou. Dez minutos depois ocorreu a chance mais clara: Pedro tocou rasteiro para Piqué, que sozinho na marca do pênalti bateu para fora.

Ainda neste sábado pela abertura da quinta rodada do Espanhol, o Sevilla também contou com um gol brasileiro para vencer. Diante do Athletic Bilbao, no País Basco, o meia Renato abriu o placar para os visitantes logo aos cinco minutos de jogo. Depois Negredo, Kanouté e Navas ainda marcaram para construir a goleada por 4 a 0, que deixou o time de Sevilha em terceiro, com 12 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.