Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Kaká não é vendido e ficará encostado no Real Madrid

Jogador não recebe proposta e permanece na Espanha, com o desafeto José Mourinho: veja as 20 maiores transferências na Europa

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2012 | 19h39

SÃO PAULO - A janela de transferências do mercado europeu fechou às 19 horas (de Brasília) desta sexta-feira e, como o Real Madrid não recebeu nenhuma oferta considerada satisfatória por Kaká, o meia continuará encostado no clube espanhol. Fora dos planos do técnico José Mourinho, o meia deverá enfrentar dificuldades até para ficar no banco. Nos últimos três jogos, por exemplo, ele nem foi relacionado. Numa clara demonstração de que não conta mais com Kaká, o treinador pediu – e foi atendido – a contratação do meia croata Luka Modric, do Tottenham. O jogador custou 30 milhões de euros (R$ 76 milhões) e deverá ser usado quando Di María ou Özil não puder atuar.

O Real chegou a receber propostas por Kaká de Milan e Manchester United. O problema é que os dois clubes demonstraram interesse em contar com o meia por empréstimo de uma temporada e o Real só aceita vender o brasileiro. Depois de comprar Kaká do Milan por 65 milhões de euros (R$ 166,5 milhões pelo câmbio de sexta) em 2009, o clube merengue estaria disposto a vendê-lo agora por 25 milhões de euros (R$ 64 milhões).

Outro entrave era que Mourinho não queria reforçar um rival direto na briga pelo título da Copa dos Campeões. Assim, a preferência do treinador era que Kaká fosse negociado com algum clube dos Estados Unidos.

O meia discutiu com Mourinho e chegou a acusar o treinador de querer vê-lo no "terceiro mundo do futebol". Pai e empresário do meia, Bosco Leite teria dito que Mourinho estava montando o elenco do Real em cima dos interesses de Jorge Mendes, empresário do treinador e de cinco jogadores do time, entre eles Cristiano Ronaldo.

Nesta sexta, o Real acertou a contratação do volante Michael Essien, do Chelsea.

O último dia de transferências na Europa foi morno. Na Itália, a Juventus contratou o atacante  Bendtner, do Arsenal. O Genoa cedeu Zé Love para o Siena e Gilardino para o Bologna. Para compensar, acertou com Borriello, emprestado pela Roma. A Fiorentina anunciou o retorno de Luca Toni, que estava no Al Nasr, dos Emirados Árabes. Já o Milan contratou o volante De Jong, Manchester City.

Na Inglaterra, Berbatov trocou o Manchester United pelo Fulham. O Tottenham comprou o goleiro Lloris, do Lyon.

Na Alemanha, o Hamburgo anunciou a volta do meia Van der Vaart, que estava no Tottenham. O Schalke 04 acertou o empréstimo de Afellay do Barça.

As 20 maiores contratações da janela:

Álvaro Pereira (do Porto para a Inter de Milão)

10 milhões de euros (R$ 25,6 milhões)

Matija Nastasic (da Fiorentina para o Manchester City)

11,5 milhões de euros (R$ 29,4 milhões)

Lukas Podolski (do Colônia para o Arsenal)

12 milhões de euros (R$ 30,5 milhões)

Jan Vertonghen (do Ajax para o Tottenham)

12,5 milhões de euros (R$ 31,4 milhões)

Mário Fernandes (do Grêmio para o CSKA Moscou)

13 milhões de euros (R$ 32,7 milhões)

Mario Mandzukic (do Wolfsburg para o Bayern de Munique)

13 milhões de euros (R$ 32,7 milhões)

Fabio Borini (da Roma para o Liverpool)

13,3 milhões de euros (R$ 33,5 milhões)

Jordi Alba (do Valencia para o Barcelona)

14 milhões de euros (R$ 35,2 milhões)

Jack Rodwell (do Everton para Manchester City)

15 milhões de euros (R$ 37,7 milhões)

Shinji Kagawa (do Borussia Dortmund para o Manchester United)

16 milhões de euros (R$ 40,3 milhões)

Van der Vaart  (do Tottenham para o Hamburgo)

17 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões)

Marco Reus (do Borussia M’gladbach  para o Borussia Dortmund)

17,1 milhões de euros (R$ 44,3 milhões)

Lacina Traoré (do Kuban Krasnodar para o Anzhi)

18 milhões de euros (R$ 45,5 milhões)

Joe Allen (do Swansea para o Liverpool)

19 milhões de euros (R$ 47,8 milhões)

Santi Carzola (do Málaga para o Arsenal)

19 milhões de euros (R$ 47,8 milhões)

Alex Song (do Arsenal para o Barcelona)

19 milhões de euros (R$ 47,8 milhões)

Zlatan Ibrahimovic (do Milan para o PSG)

21 milhões de euros (R$ 52,9 milhões)

Ezequiel Lavezzi (do Napoli para o PSG)

26 milhões de euros (R$ 65,5 milhões)

Modric (do Tottenham para o Real Madrid)

30 milhões de euros (R$ 76 milhões)

Robin van Persie (do Arsenal para o Manchester United)

30,7 milhões de euros (R$ 77,3 milhões)

Oscar (do Internacional para o Chelsea)

32 milhões de euros (R$ 80,6 milhões)

Eden Hazard (do Lille para o Chelsea)

40 milhões de euros (R$ 102,7 milhões)

Javi Martínez (do Athletic Bilbao para o Bayern de Munique)

40 milhões de euros (R$ 102,7 milhões)

Thiago Silva (do Milan para o PSG)

42 milhões de euros (R$ 106,8 milhões)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.