Arquivo/AE
Arquivo/AE

Kaká não fechou acordo com Real Madrid, diz pai

Florentino Pérez, que deve retornar à presidência do clube merengue, prometeu a contratação do meia

REUTERS

16 de maio de 2009 | 11h12

Kaká não concordou em ingressar no Real Madrid no final da temporada se Florentino Perez vencer a eleição para a presidência do clube espanhol, afirmou o empresário e pai do jogador neste sábado.

Jornais espanhóis publicaram que Kaká fechou contrato de cinco anos e que vai se transferir por cerca de 60 milhões de euros (81 milhões de dólares). "Não houve acordo com o Real Madrid e não é verdade que o jogador já assinou um contrato com o clube espanhol", disse Bosco Leite, em comunicado no site oficial do Milan.

O Real, que já tentou ter Kaká em uma série de ocasiões, promove eleições em 14 de junho, com Perez cotado a voltar à liderança do clube, justamente com a promessa de trazer o craque brasileiro, seu sonho de consumo.

Além de Kaká, o "novo" Real Madrid contaria com o sueco Zlatan Ibrahimovic, da Inter de Milão, que está descontente na Itália e já disse que pretende se transferir para o futebol espanhol. Para Kaká, o importante para deixar o Milan seria um projeto vencedor no clube merengue, algo que o Manchester City, apesar da oferta milionária, não conseguiur convencer o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.