Kaká no Manchester City não preocupa Alex Ferguson

Treinador do Manchester United afirma que seu time tem que se preocupar os que estão no mesmo nível

Agencia Estado

16 de janeiro de 2009 | 21h15

O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, disse nesta sexta-feira que não está preocupado com a possível contratação de Kaká pelo rival Manchester City. Para o treinador, a chegada do brasileiro ao clube adversário não terá o impacto suficiente para fazer da equipe uma das maiores do futebol inglês.Veja também:Ancelotti diz que Milan seguirá em frente com ou sem KakáRobinho diz que Kaká é sonho antigo do Manchester City Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão "Não estou sendo desrespeitoso com o City, mas eles não estão no mesmo nível do Liverpool ou do Chelsea. Temos de nos preocupar com os times que estão perto do nosso na tabela. Só podemos nos preocupar com as equipes que nos tiram dinheiro ou títulos. Essas são as equipes que nos preocupam", assinalou.Ferguson ponderou, contudo, que o brasileiro - eleito melhor jogador do mundo em 2007 - pode ser um divisor na história do rival. E, dessa forma, o City pode ganhar status de grande time. "Primeiro foi o Robinho, agora pode ser o Kaká. Isso pode encorajar outros jogadores a aceitarem propostas", afirmou.Para o técnico, que dirige o United há 22 anos, a contratação de Kaká, caso confirmada, será histórica. "Aí todos saberão que o dinheiro realmente conta. Eu achei até difícil de acreditar nos valores. Foi algo que me chocou, sinceramente."O valor da proposta do Manchester City pelo brasileiro gira em torno de 100 milhões de libras (cerca de R$ 340 milhões). Se concretizada, a transação será a maior da história do futebol em todos os tempos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.