Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

´Kaká no Real, e Gaúcho no Milan é ilusão´, diz dirigente

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, disse que só pode ser considerado "um sonho" falar da ida de Kaká para o Real Madrid e da de Ronaldinho Gaúcho para o Milan, onde Ronaldo foi muito bem recebido e conseguiu "conquistar" todos os torcedores da equipe.Em uma entrevista à rede de televisão laSexta que será exibida neste domingo, Galliani também diz que sua equipe não descarta ter Rijkaard como treinador quando este deixar o Barcelona. Além disso, recomenda o Real Madrid a manter sua confiança em Fabio Capello.Segundo Galliani, o Milan não contratou Ronaldo no meio do ano passado porque o Real Madrid "pedia um valor muito alto, 35 milhões de euros (cerca de R$ 97 milhões)", o que obrigou o clube a esperar até dezembro para contratar o brasileiro."Todos os torcedores do Milan estão apaixonados por Ronaldo. Não há problemas pelo fato de ele ter jogado na Inter. Ele está bem, emagreceu, não tem qualquer problema físico e estamos muito satisfeitos com ele", afirma Galliani, reiterando que "Kaka está perfeitamente bem no Milan".O italiano desmentiu as declarações recentes de Franco Baldini, secretário técnico do Real Madrid, sobre uma oferta feita no meio do ano passado para que Kaká fosse para o clube catalão, assim como as informações que dão conta de contatos iniciados pelo Milan para contratar o atacante Ronaldinho Gaúcho, do Barça."Sinto decepcionar os espectadores espanhóis, mas Kaká está no Milan. Não acho que o Barça vá vender Ronaldinho Gaúcho, como nós não o faremos com Kaká. Se o Barça decidir que está a venda, iríamos atrás dele. Mas Ronaldinho Gaúcho ir para o Milan e Kaká para o Real são apenas sonhos", afirma na entrevista.Galliani diz ainda que Carlo Ancelotti continuará "muitos anos no Milan" e nega ter tentado contratar o holandês Frank Rijkaard, embora não descarte fazê-lo futuramente."Ele está no Barcelona e acho que continuará lá por muito tempo, mas, certamente, o dia em que não estiver no Barcelona será uma das possibilidades para ocupar o banco do Milan", disse.O vice-presidente do clube milanês, que lembrou a quinta presença consecutiva de sua equipe nas quartas-de-final da Liga dos Campeões competição na qual busca seu sétimo título, afirma que a situação de Fabio Capello no banco do Real Madrid "o surpreende", pois trata-se de "um grande treinador", que ganhou títulos com o Milan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.