Kaká reitera desejo de permanecer no Real Madrid

'Eu sempre disse que queria ficar e eu não mudei de opinião', diz o brasileiro

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2011 | 10h29

MADRI - O meia Kaká disse que não vai deixar o Real Madrid antes do fechamento da atual janela de transferências, apesar do brasileiro não ser titular da equipe dirigida por José Mourinho. "Eu sempre disse que queria ficar e eu não mudei de opinião. Eu quero ficar e eu vou ficar", disse o jogador, que foi eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo de 2007.

No domingo, Kaká entrou durante o segundo tempo da vitória por 6 a 0 sobre o Zaragoza. O meia brasileiro marcou um dos gols da partida e participou da jogada de outro, marcado pelo português Cristiano Ronaldo.

"Sempre tive claro que quero triunfar no Real Madrid. Mourinho disse que conta comigo e espero aproveitar minhas oportunidades", disse. "Estou muito feliz por ter começado o Campeonato Espanhol deste modo, é um dia muito bom para todos".

Kaká foi contratado pelo Real Madrid em junho de 2009 por 65 milhões de euros, mas sofreu com lesões nas duas últimas temporadas e perdeu espaço na equipe espanhola. O meia teve sua saída do clube especulada nas últimas semanas. A atual janela de transferências será fechada no dia 31 de agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridKaká

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.