Kaká sai em defesa de Dida no Milan

O meia brasileiro Kaká resolveu tomar as dores do compatriota, e companheiro de equipe, Dida, que tem sido muito criticado por suas últimas atuações no gol do Milan - especialmente na derrota para a rival Internazionale, no último domingo, no dérbi da cidade. ?Ele (Dida) tem um ótimo caráter, é uma pessoa tranqüila e não lhe importa o que acontece ao seu redor e sobre o que dizem dele?, disse Kaká, em entrevista ao jornal Gazzetta dello Sport. O meia reconheceu que o goleiro não passa por um bom momento no time. ?No entanto, devemos estar sempre com ele. Os momentos passam e o Dida não pode se esquecer como se atua?, afirmou Kaká. Por causa da derrota no clássico, o Milan ficou ainda mais longe na briga pelo título do Campeonato Italiano - 11 pontos atrás da líder Juventus. Kaká contou ainda que não acha que Dida poderá perder seu lugar na seleção brasileira para a disputa da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. ?Não acredito que ele esteja preocupado em perder seu posto na seleção. Sabe que se jogar bem, irá ao Mundial. E o nosso treinador (Parreira) não é do tipo de ficar telefonando toda semana para saber como alguém está ou como jogou?, disse o meia brasileiro.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2005 | 15h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.