Arquivo/AE
Arquivo/AE

Kaká se recupera bem e deve jogar no domingo

Jogador também poderá se apresentar a Dunga para defender a seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa

Agencia Estado

17 de março de 2009 | 21h10

Kaká fez apenas fisioterapia e musculação nesta terça-feira, mas os médicos do Milan não têm mais dúvida de que ele terá condição de jogar no domingo contra o Napoli, fora de casa, pelo Campeonato Italiano. E isso significa também que poderá se apresentar na semana que vem ao técnico Dunga, em Teresópolis, para os dois próximos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa - contra Equador (dia 29 de março, em Quito) e Peru (dia 1º de abril, em Porto Alegre).

Veja também:

tabela Eliminatórias Sul-Americanas - Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O planejamento da comissão técnica do Milan é colocar o meia-atacante brasileiro para treinar com bola no campo na quinta ou sexta-feira. "Kaká não tem nenhuma lesão. Ele levou um pisão no mesmo local que havia machucado em fevereiro (o dorso do pé esquerdo) e ficou dolorido, mas foi só isso", afirmou Jean-Pierre Meerserman, chefe do departamento médico do clube italiano.

No domingo passado, quando deixou o jogo contra o Siena apenas 27 minutos depois de ter entrado em campo, Kaká estava muito preocupado. Sentia dor e imaginava que o problema era sério. Chegou até a dizer que não tinha ideia de quando voltaria a jogar - tinha acabado de ficar 36 dias fora de combate por causa de uma lesão no pé esquerdo. Mas na segunda-feira ele já acordou bem melhor. E, ao longo do dia, a dor foi diminuindo.

O que o técnico Carlo Ancelotti terá de decidir é se o utilizará desde o início ou o deixará no banco, como fez domingo em Siena. O fato de Seedorf ter sido liberado para treinar com bola nesta terça-feira dá uma opção a mais para o treinador do Milan montar o meio-de-campo, o que pode levá-lo a deixar para aproveitar Kaká apenas durante a partida com o Napoli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.