Kaká: "Será o jogo de minha vida"

Kaká está praticamente confirmado como titular no jogo que a seleção faz domingo, às 19 horas, contra o Peru, em Lima, pelas Eliminatórias. Ele iniciou nesta quinta-feira o coletivo de 50 minutos (2 a 0 para os titulares, gols de Rivaldo e Ronaldo) no time principal e admite que só falta o anúncio oficial, nesta sexta-feira pela manhã, de sua escalação. ?Vai ser o jogo da minha vida. Se eu entrar mesmo, será o meu primeiro jogo como titular na seleção. Não vou esquecer nunca. Teve o amistoso contra a Jamaica, mas esse é oficial, é diferente. Estou encarando esse jogo como se fosse uma final. São oportunidades que aparecem e a gente precisa aproveitar.? Ele traça um paralelo com o jogo da final do Rio-São Paulo de 2001, quando entrou no fim, fez dois gols e começou a firmar-se como titular do São Paulo. ?É a mesma coisa. Tenho uma chance de jogar bem e iniciar uma nova fase da minha vida na seleção. Quero ser titular e essa é uma chance.? Kaká diz que tem aprendido no futebol italiano, principalmente com a postura em campo. ?No Brasil, sempre é possível iniciar um contra-ataque. Sempre tem campo para isso, mas na Itália é diferente. Eles encurtam o campo e, às vezes, não dá para atacar. Tem de fazer a bola circular, tem de dosar o ritmo. Estou acrescentando isso ao meu futebol. Além disso, estou mais maduro. Tenho dois anos e meio de carreira e muita coisa para conquistar. Podia começar contra o Peru, fazendo gols e boas jogadas.? Dida, outro jogador confirmado nesta quinta, teve postura diferente da de Kaká. Havia sido escolhido pelos jornalistas para ser o entrevistado da coletiva, mas recusou-se a falar. O médico José Luiz Runco falou por ele. ?Treinou o tempo todo e está pronto para jogar.? Dida estava com dores lombares e nesta quinta foi o seu primeiro treino. Wendell, preparador de goleiros, afirma que ele não está totalmente recuperado. ?Não está 100%, mas está muito bem. Eu forcei bastante nos exercícios e ele respondeu bem. Está pronto para jogar.? Com as dúvidas resolvidas, Parreira passou para a fase de ?polimento?. Depois do treino da tarde, passou um vídeo com algumas jogadas do Peru e depois os jogadores assistiram a uma palestra do engenheiro Evandro Mota. O tema era a excelência dos resultados do Riverdance, um grupo irlandês de sapateado. Nesta sexta-feira, o time faz mais um treinamento e depois viaja para o Peru. Sábado, haverá um treino de reconhecimento do gramado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.