Chema Moya/EFE
Chema Moya/EFE

Kalinic chega ao Atlético de Madrid e tenta encerrar polêmica da Copa

Atacante foi dispensado pelo técnico Zlatko Dalic porque não quis entrar em campo no jogo nos minutos finais da estreia

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2018 | 16h38

O Atlético de Madrid apresentou nesta segunda-feira o atacante croata Nikola Kalinic, de 30 anos. O jogador assinou contrato por três temporadas e na entrevista coletiva tentou encerrar a polêmica com a seleção croata.

O atacante chegou a viajar à Rússia para a disputa da Copa do Mundo. No entanto, na estreia contra a Nigéria, ele se recusou a entrar faltando cinco minutos para o término da partida. O técnico Zlatko Dalic se irritou com a atitude e o cortou da equipe. Após o vice-campeonato, a Federação Croata enviou uma medalha de prata para Kalinic, que a recusou.

"O que aconteceu com a seleção ficou para trás. Era uma decisão do nosso técnico. Ele não quis contar comigo no Mundial. E aceitei essa decisão. Não recebi a medalha porque não competi, não joguei e não ajudei a conseguir este grande resultado para a Croácia. O que passou, passou e agora temos que pensar adiante", disse.

Na coletiva, Kalinic tentou focar apenas no novo clube. E destacou seus novos companheiros de ataque, Antoine Griezmann e Diego Costa. "Talvez seja a melhor dupla da Europa", afirmou. "Não tenho outra saída a não ser brigar e competir para conseguir jogar alguns minutos em campo. Tenho muito respeito por esses dois jogadores. Mas haverá muitas partidas, haverá momentos de cansaço, e assim espero ganhar uma oportunidades", emendou.

Kalinic foi apresentado no auditório do estádio do Atlético, o Wanda Metropolitano. O anúncio do novo reforço foi feito pelo presidente do clube, Enrique Cerezo. "Estamos diante de um atacante de grande talento. Tenho certeza que a dedicação e a entrega dele ajudarão com a gente consiga cumprir nossas metas", disse o dirigente.

Na sequência, o jogador recebeu a camisa 9 do time madrilenho. "Me senti muito bem nesse magnífico estádio. Mas é só o começo. Agora vou tratar de me adaptar ao trabalho no clube e aos novos companheiros de equipe", afirmou.

Kalinic começou a carreira no Hajduk Split, da Croácia. Depois rodou por outros clubes do país, passando pelo Istra 1961 e Sibernik. Em 2009, foi negociado com o futebol inglês e atuou por duas temporadas no Blackburn Rovers. Em 2011 defendeu o Dinipro, da Ucrânia. Quatro anos mais tarde, foi contratado pela Fiorentina. No último ano de contrato, chegou a ser emprestado para o Milan.

O Atlético de Madrid estreia na temporada nesta quarta-feira, em duelo contra o Real Madrid, que vale a taça da Supercopa da Espanha. A delegação da equipe desembarcou nesta segunda-feira, em Tallin, na capital da Estônia, onde acontecerá a partida.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.