Kallon, da Inter, é pego no antidoping

As mirabolantes cambalhotas do atacante serra-leonês Mohammed Kallon podem ter explicação. O jogador foi flagrado no exame antidoping por uso do anabolizante nandrolona, informou nesta quarta-feira o Comitê Olímpico Italiano (Coni), depois de analisar teste feito no dia 27 de setembro, no empate sem gols diante da Udinese, em rodada do Campeonato Italiano.Kallon, de 24 anos, deve ser suspenso pelo clube até a divulgação da contraprova, aumentando ainda mais a crise da equipe, agora sem o técnico Héctor Cúper, demitido, e depois de uma vexaminosa derrota para o Lokomotiv de Moscou por 3 a 0, pela Liga dos Campeões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.