Stu Forster/AFP
Stu Forster/AFP

Kane marca duas vezes, mas não evita empate do Tottenham com o Newcastle

Igualdade não foi boa para nenhum dos dois clubes; londrinos estacionam na 5ª posição, enquanto mandantes briga para fugir da degola

Redação, Estadão Conteúdo

04 de abril de 2021 | 12h08

O empate por 2 a 2 deste sábado no estádio Saint James' Park não foi bom para Tottenham e nem para Newcastle, em duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Inglês. O time de Londres chegou aos 49 pontos, mas ainda está em quinto lugar na classificação, agora ao lado do Liverpool, enquanto o time da casa, com 29 pontos, em 17º lugar, briga muito para fugir da zona de rebaixamento.

Com a obrigação de buscar a vitória por causa da proximidade com os últimos lugares, o Newcastle foi ao ataque e levou perigo para Hugo Lloris. Aos 18 minutos, Gayle tentou duas vezes, mas o goleiro francês mostrou estar em forma e com os reflexos em dia.

Se Lloris estava bem no jogo, o mesmo não se podia dizer da zaga do Tottenham, que, aos 28 minutos falhou duas vezes na saída de bola de permitiu ao brasileiro Joelinton abrir o placar, após bela assistência de Sean Longstaff.

Mas a comemoração do técnico Steve Bruce durou pouco. Aos 30, foi a vez da zaga bobear diante do artilheiro Harry Kane, que não perdoou e empatou a partida. Aos 34, maior goleador do campeonato, com 19 gols, fez o segundo dele na partida, ao acertar uma linda finalização cruzada, sem defesa para o goleiro Dubravka.

O Newcastle sentiu a virada no placar e ficou visível no semblante dos jogadores o abatimento pelo resultado. Mas no vestiário a conversa com a comissão técnica parece ter motivado a equipe, que voltou melhor para a etapa final em busca de pelo menos o empate.

O problema foi o dia inspirado de Lloris e a falta de sorte de Joelinton. O resultado poderia ficar pior, se Almiron não salvasse uma boa em cima da linha ou se mais uma finalização de Kane não explodisse na trave.

Mas o esforço do Newcastle foi recompensado, aos 40 minutos, em jogada de todo o ataque, concretizada de forma corajosa e valente por Willock. O empate deixou o jogo eletrizante e as duas equipes procuraram desesperadamente o gol da vitória, mas não tiveram sucesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.