Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Kannemann lamenta erros do Grêmio na Libertadores e mira recuperação no Gre-Nal

Rivais se enfrentam no clássico neste domingo, na Arena do Grêmio, pelo Campeonato Gaúcho

Redação, Estadão Conteúdo

14 de março de 2019 | 21h44

Campeão da Libertadores de 2017 e semifinalista no ano passado, o Grêmio começou muito mal a edição de 2019 do torneio. Em duas partidas, a equipe somou apenas um ponto e viveu sua primeira derrota na temporada na última terça-feira, para o Libertad, em plena Arena.

O resultado gerou um princípio de pressão da torcida, mas o cenário pode mudar completamente no domingo. Afinal, o Grêmio terá pela frente o clássico diante do Internacional, novamente na Arena, pela décima rodada do Campeonato Gaúcho.

"Vamos encarar bem, com muita vontade. É um clássico, aqui e lá é sempre muito bonito, todo mundo quer ganhar. Vai ser pegado e lindo de assistir", declarou o zagueiro Kannemann, aniversariante do dia, nesta quinta-feira.

Ao contrário da Libertadores, no Gaúcho o Grêmio reina absoluto. Em nove partidas, a equipe tem sete vitórias e dois empates, com 26 gols a favor e apenas um contra. São 23 pontos somados, quatro a mais do que o segundo colocado, justamente o Inter. Para Kannemann, falta equilíbrio entre as atuações nestes torneios.

"Não somos os melhores por estarmos em primeiro no Gaúcho, nem os piores por sermos lanterna do grupo na Libertadores. Temos que aproveitar o que fizemos bem no Campeonato Gaúcho, corrigir o que fizemos de pior na Libertadores e botar o melhor em campo", considerou.

Mais conteúdo sobre:
Grêmiofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.