Kanoute está fora da festa do Melhor Jogador Africano de 2007

Técnico Jean-François Jodar acha um absurdo premiação bater de frente com disputa da CAN

Efe

28 de janeiro de 2008 | 14h13

O atacante malinês Kanouté não poderá comparecer à festa de entrega do troféu de Jogador Africano de 2007 - ao qual concorre com o ganês Michael Essien e com o marfinense Didier Drogba -  caso a seleção de seu país se classifique para as quartas-de-final da Copa Africana de Nações. A equipe de Mali precisa apenas somar um ponto no confronto da próxima terça contra a Costa do Marfim para alcançar as quartas-de-final da competição realizada em Gana.O técnico de Mali, o francês Jean-François Jodar, anunciou nesta segunda-feira que, caso sua equipe alcance a classificação, não permitirá que Kanouté compareça à festa de entrega do troféu, que será realizada em Lomé 48 horas antes do início das quartas-de-final da Copa Africana de Nações."É coisa de louco organizar uma premiação no meio de um torneio como este. Caso tivesse sido realizado aqui em Acra, teríamos dado autorização a ele para uma noite. Porém, viajar até Togo, assistir à cerimônia e retornar interrompe nossa preparação e cansa o jogador. Caso vá e acabemos derrotados a culpa será minha", concluiu Jodar.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Africana de Nações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.