Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Kardec vê 'saldo positivo' e usará revés como motivação

Mesmo sem nenhum título no ano, atacante vê ano do São Paulo como bom e comemora marcas individuais que alcançou

FERNANDO FARO, Estadão Conteúdo

04 de dezembro de 2014 | 13h25

Oficializado como reforço do São Paulo no começo de julho, após ter sido contratado junto ao Palmeiras, Alan Kardec não conseguiu fechar o ano com nenhum título com a camisa do time do Morumbi. Porém, ajudou a equipe a conquistar uma vaga na Copa Libertadores e também a avançar às semifinais da Copa Sul-Americana.

Na competição continental, o atacante acabou sendo um dos vilões da eliminação são-paulina ao errar um pênalti de forma bisonha diante do Atlético Nacional, da Colômbia, no Morumbi, onde escorregou antes de fazer a cobrança. A decepção, entretanto, é vista por ele como motivação para o próximo ano.

"O saldo é positivo. Foram muitas coisas alcançadas, até individualmente. Estive presente numa lista de Copa do Mundo e fui especulado em convocações; fiz mais de 20 gols mesmo perdendo muitos jogos no Campeonato Brasileiro. Muitas coisas foram boas na parte coletiva também. Chegamos em segundo no Brasileiro, na Sul-Americana infelizmente ficamos nas semifinais. É um combustível a mais para o ano que vem", ressaltou Kardec, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

O jogador também reconheceu que o Cruzeiro fez por merecer o título do Brasileirão e espera que no próximo ano o São Paulo não cometa os mesmos erros que pesaram para que a equipe não pudesse ser campeã nacional.

"O Cruzeiro conseguiu uma gordura muito grande para queimar no final do campeonato e sempre manteve uma distância de cinco ou seis pontos para o segundo colocado. Foi um resultado bom, não excelente porque o título não veio, mas bom. E fica uma base boa para o ano que vem, quem sabe esse time não deixe pontos bobos pelo caminho e possa brigar para ser campeão no ano que vem?", completou.

DESCONTRAÇÃO

O treino realizado na manhã desta quinta foi apenas um rachão descontraído no CT da Barra Funda. No final da atividade, os atletas chegaram a amarrar Haroldo (preparador de goleiros) num dos gols e o deixaram lá até que ele se soltasse. O time voltará a treinar novamente na manhã desta sexta.

Muricy deve escalar uma equipe reserva contra o Sport, neste domingo, às 17 horas, na Arena Pernambuco, pela rodada final do Brasileirão. Paulo Henrique Ganso e Alvaro Pereira estão suspensos e Kaká não joga mais, após ter se despedido no time no Morumbi no último domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAlan Kardec

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.