Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Kassab diz que não há 'plano B' para o Morumbi

'Temos confiança de que o São Paulo fará os investimentos', afirma o prefeito, após participar de debate

CAROLINA FREITAS, Agencia Estado

21 de setembro de 2009 | 19h29

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse nesta segunda-feira não cogitar outro estádio a não ser o do Morumbi para abrigar jogos da Copa do Mundo de 2014. O estádio foi apresentado no projeto paulista para a Fifa e precisa do aval da entidade para sediar as partidas.    

 

Veja também:

forum BLOG BATE-PRONTO - 'Jeitinho' para abertura ser no Morumbi

linkJuvenal Juvêncio diz que 'nada ficará melhor que o Morumbi' para a Copa

linkFifa diz que Morumbi serviria apenas para a 1.ª fase da Copa

A falta de estrutura do estádio, no entanto, vem sendo alvo de críticas da Fifa. Nesta segunda-feira, o secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, disse que o projeto para a reforma do Morumbi é "insuficiente" para sediar jogos da Copa. A reforma de estádio ficará por conta do São Paulo, clube proprietário do Morumbi.

"Não há plano B ao Morumbi, porque temos confiança de que o São Paulo fará os investimentos. As obras serão executadas e o estádio será preparado para a abertura da Copa", disse o prefeito, em entrevista ao participar da Rodada de Negócios para a Copa, promovida pela Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil, em um hotel da capital paulista. "Não trabalhamos com a possibilidade de o Morumbi não ser aprovado pela Fifa", completou.

Questionado sobre a crítica de Valcke, o prefeito limitou-se a responder: "Ele não acredita que o São Paulo possa fazer os investimentos necessários para habilitar o estádio a fazer o jogo de abertura da Copa. Eu acredito."

Kassab reiterou ainda que não haverá por parte da Prefeitura ou do governo paulista cessão de recursos para obras em estádios. Segundo o prefeito, o poder público vai concentrar seus esforços em obras de infraestrutura, como melhorias na malha viária e no Metrô. "Não colocaremos um único tostão no estádio", garantiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.