Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

Keirrison faz mais um e Palmeiras bate o Barueri por 3 a 0

Vitória no Palestra Itália mantém a equipe de Vanderlei Luxemburgo na liderança isolada do Paulistão 2009

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

14 de março de 2009 | 17h52

SÃO PAULO - O Palmeiras sofreu na tarde deste sábado, mas conseguiu bater no sufoco o Barueri por 3 a 0 no Palestra Itália e manter a liderança tranquila e isolada do Campeonato Paulista. O gols da vitória alviverde foram de Keirrison, artilheiro da competição agora com 10 gols, Diego Souza, que teve bela atuação, e Pierre.

Veja também:

linkKeirrison admite decepção por ficar fora da seleção

linkLuxemburgo diz que já faz experiências para jogos decisivos

som Ouça os gols pelo Território Eldorado/ESPN: Palmeiras 1x0 | Palmeiras 2x0 | Palmeiras 3x0

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O triunfo na 14.ª rodada deixa a equipe de Vanderlei Luxemburgo com 33 pontos na tabela de classificação, quatro a frente do vice-líder Corinthians. Já o Barueri, em sétimo com 22 pontos, vê mais longe o sonho da classificação para as semifinais.

No confronto deste sábado, o time da casa teve uma séria dificuldade para furar o bloqueio do adversário. Melhor em campo, o Palmeiras criou diversas oportunidades no primeiro tempo, mas Keirrison parecia não estar em uma tarde inspirada e perdeu várias chances de gol.

Mas, no segundo tempo, após o jovem atacante desperdiçar mais duas oportunidades claras, a torcida pôde finalmente fazer a festa aos 21 minutos. Em bela jogada de Diego Souza, o meia arrancou do meio-de-campo e deixou a bola limpa na grande área para Keirrison. Com tranquilidade, ele chutou no canto do goleiro Renê e fez a rede balançar.

A vantagem no marcador deu tranquilidade aos palmeirenses e, após a expulsão de Flávio aos 24, o triunfo estava praticamente garantido.

No entanto, ainda sobrou tempo para uma bela jogada de Lenny, que havia entrado na etapa final no lugar de Willians. Aos 30 minutos, ele passou pela marcação dentro da área e deu passe perfeito para Diego Souza, que chutou forte para vencer o goleiro Renê.

Com o resultado positivo garantido, o Palmeiras apenas administrou e ainda teve tempo para ampliar aos 44 minutos, quando Marquinhos, que substituiu Sandro Silva no segundo tempo, deixou Pierre sem marcação e o volante teve apenas o trabalho de colocar a bola no canto de Renê.

 Palmeiras3
Bruno; Fabinho Capixaba, Maurício, Danilo e Pablo Armero; Sandro Silva (Marquinhos    ), Pierre, Cleiton Xavier e Diego Souza (Souza); Willians     (Lenny) e Keirrison
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
 Barueri0
Renê; Leanderson, Daniel Marques, Diego     e Márcio Careca (Fernandinho); Ralf, Everton, Flávio     e Basílio (Márcio Hahn); Thiago Humberto e Pedrão (Flavinho)
Técnico: Estevam Soares
Gols: Keirrison, aos 21, Diego Souza, aos 30, e Pierre, aos 44 minutos do segundo tempo

Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho

Renda: R$ 370.127

Público: 13.278 pagantes

Estádio: Palestra Itália, em São Paulo (SP)

O resultado positivo significou a décima vitória palmeirense no Campeonato Paulista, em 13 confrontos. A equipe está invicta no estadual (empatou apenas com Corinthians, Portuguesa e Ituano).

O Palmeiras volta a campo na próxima terça-feira, quando recebe às 20h30 o Noroeste no Palestra Itália, em jogo atrasado da quinta rodada. Já o Barueri vai até Campinas no dia 21 encarar a Ponte Preta.

FIM DA 'CRISE'

O triunfo palmeirense neste sábado espanta um princípio de crise que poderia se agravar caso a equipe não conseguisse uma vitória. O clube enfrentava um início de turbulência após a derrota para o Colo Colo pela Libertadores e os empates contra Corinthians e Ituano no Paulistão.

Praticamente classificado para a semifinal do estadual, o Palmeiras tem agora como principal preocupação a partida fora de casa contra o Sport Recife no dia 8 de abril. Se não vencer este confronto, o time estará praticamente eliminado da Libertadores.

Principal esperança de gols e no ídolo da torcida, Keirrison ganhou neste sábado mais um duelo particular, desta vez contra Pedrão. O atacante do Barueri, que tem oito gols no Paulistão, não balançou as redes e ainda foi substituído no segundo tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.