Arquivo/AE
Arquivo/AE

Keirrison não se empolga com interesse do futebol europeu

Atacante do Palmeiras afirma que só pensa no clube do Palestra Itália e diz que especulações são normais

Juliano Costa - Jornal da Tarde,

30 de março de 2009 | 20h39

Dia após dia, o nome de Keirrison aparece nos jornais europeus como bola da vez para resolver os problemas de ataque de algum clube de lá. Liverpool, Barcelona, Valencia e Werder Bremen já teriam sondado o jogador. O mais novo integrante desse grupo é o Milan, segundo o jornal Corriere dello Sport.

Veja também:

linkDiego Souza e Armero voltam ao Palmeiras contra Oeste

linkWillians tem chance de reforçar o Palmeiras contra Sport

linkPaulistão: Veja as chances de classificação e rebaixamento

tabela Campeonato Paulista - Classificação 

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A notícia foi recebida com naturalidade pelo atacante do Palmeiras. "Essa história de o Milan estar interessado é normal. Não muda nada. Minha cabeça está só no Palmeiras".

Os empresários do atleta, os dirigentes do clube, os assessores de imprensa e principalmente o técnico Vanderlei Luxemburgo têm trabalhado ativamente para que Keirrison não se deixe levar pelos comentários na imprensa sobre sua transferência. Batem na tecla de que isso "acontecerá na hora certa" e trabalham com a hipótese de vendê-lo somente no meio do ano que vem, quando, pelas projeções do presidente palmeirense - e economista -, Luiz Gonzaga Belluzzo, a crise financeira mundial já não será um fator inibidor aos clubes europeus.

Keirrison ouve em silêncio e, quando entrevistado, repete o discurso sem vacilar. Em nenhum momento, nestes três meses de Palmeiras, falou qualquer coisa que pudesse transparecer falta de atenção nos interesses do time, o que poderia dar margens a críticas de que já está "com a cabeça na Europa".

O atacante, de 20 anos, tem mostrado maturidade. "Sempre tem uma especulação sobre a minha saída", disse nesta segunda-feira, durante o embarque da delegação no Aeroporto de Congonhas. "De bom, acho que fica o fato de o grupo estar bem valorizado. Isso é o mais importante".

Nesta terça, pela primeira vez, Keirrison joga sob o risco de ver seu número de partidas ultrapassar o de gols com a camisa do Palmeiras. Ele ostenta a marca de 16 gols em 16 jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.