Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Atlético-MG/ Divulgação
Atlético-MG/ Divulgação

Keno celebra 1º gol pelo Atlético-MG, mas avisa: 'Ainda podemos não ser campeões'

Jogador ajudou o time a bater o Tombense por 2 a 1 no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro

Redação, Estadao Conteudo

27 de agosto de 2020 | 01h10

Keno chegou no Atlético-MG sob muita expectativa, mas vinha sendo muito contestado pela torcida nos últimos jogos. Nesta quarta-feira, ele, enfim, pôde comemorar seu primeiro gol com a camisa atleticana e ajudou o time a bater o Tombense por 2 a 1 no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro.

"Este gol foi fruto de muita dedicação e trabalho diário. Eu me cobro muito, sei que ainda posso ajudar mais o Atlético e fico feliz com esse gol importante. Ele tem um valor grande não só por ser em uma final, mas pelo apoio que recebi do grupo, sempre me falando que uma hora esse gol ia sair", disse o atacante, mais aliviado.

Keno ainda ressaltou o poder de fogo do Tombense. Além de ter o artilheiro do campeonato, o atacante Rubens, a equipe de Tombos fez um jogo duro e chegou a abrir o placar na noite desta quarta-feira, mas acabou levando a virada com gol do ex-palmeirense aos 52 minutos da etapa final.

"Temos um outro jogo de 90 minutos, o time deles é forte, tem qualidade e precisamos entrar firmes. Se dermos mole, podemos não sair como campeões", reforçou o jogador. O outro gol atleticano foi anotado por Eduardo Sasha, que também balançou as redes pela primeira vez desde que chegou ao clube.

O campeão mineiro será definido no próximo domingo, às 16 horas, no segundo jogo da final, novamente no Mineirão. O Atlético joga pelo empate para levantar a taça, enquanto que o Tombense, como fez a melhor campanha da primeira fase, precisa de uma vitória simples para conquistar o troféu.

Tudo o que sabemos sobre:
KenoAtlético MineiroTombensefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.