Nelson Almeida/AFP
Nelson Almeida/AFP

Keno lamenta nova decepção do Palmeiras: 'Temos que levantar a cabeça'

Atacante marca o gol alviverde no empate em 1 a 1 com o Boca Juniors

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2018 | 00h10

A semana continua bastante complicada para o Palmeiras. Depois de perder em casa o título do Campeonato Paulista para o Corinthians, no domingo, foi a vez de nesta quarta-feira uma decepção vir pela Copa Libertadores. O atacante Keno lamentou o empate em 1 a 1 com o Boca Juniors, no Allianz Parque, e cobrou do time reação para a estreia no Campeonato Brasileiro, na próxima segunda-feira.

+ TEMPO REAL - Saiba como foi o empate entre Palmeiras e Boca

A tristeza palmeirense se explica principalmente pelo empate ter saído aos 46 minutos do segundo tempo, com Carlos Tévez. Dois minutos antes a equipe havia feito 1 a 0 com o próprio Keno e parecia ter garantido a vitória. "Tem que descansar agora, levantar a cabeça. Segunda-feira tem outra competição. Vamos classificar com fé em Deus", disse o jogador em entrevista à TV Globo.

O Palmeiras continua líder do grupo na Libertadores, mas deixou escapar a chance de se recuperar com uma vitória após a derrota nos pênaltis na final do Campeonato Paulista. "Foi complicado demais. A gente sabe que o que aconteceu não volta mais atrás. É passado. Temos que focar agora na Libertadores e no Brasileiro", comentou Keno. A equipe fechou os treinos desde ser vice no Estadual e os jogadores não deram entrevistas nos últimos dias.

Na próxima rodada da competição o Palmeiras terá de enfrentar o Boca Juniors na Argentina para tentar recuperar os pontos perdidos. "Libertadores não tem jogo fácil. O Boca é uma equipe de qualidade, muita força. Saímos na frente no final do jogo. Nos acréscimos, o Tevez empatou. É levantar a cabeça, que é uma competição muito difícil", afirmou Keno.

O Palmeiras volta a campo na próxima segunda-feira, quando enfrenta o Botafogo, no Rio de Janeiro, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.