Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Keno promete Palmeiras ofensivo contra o Cruzeiro na quarta-feira

Atacante relembra que após empatar como mandante, time não tem outra alternativa e precisará pressionar a equipe mineira

O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2017 | 20h28

O atacante Keno, do Palmeiras, prometeu que o time terá postura ofensiva na quarta-feira contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela Copa do Brasil. Em entrevista nesta segunda-feira, durante chegada do time ao hotel em Belo Horizonte, o jogador relembrou que como a equipe empatou no confronto de ida em casa, pelas quartas de final, não tem outra alternativa a não ser atacar o adversário.

"Tem de manter a postura dos últimos jogos. Fora de casa, tem de jogar para frente e saber que precisamos do resultado. O empate não nos favorece", disse Keno. No Allianz Parque, as equipes empataram em 3 a 3. Portanto, para mudar o panorama e avançar à semifinal da competição, o time terá de conquistar uma vitória simples no Mineirão.

Há algumas semanas as equipes jogaram no mesmo estádio, mas pelo Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro ganhou por 3 a 1. Keno afirmou que o elenco está otimista pela vitória por 2 a 0 sobre o Sport, no último domingo, e relembrou que com os retornos do meia Guerra e do volante Felipe Melo, o Palmeiras estará mais competitivo. "Acredito que vamos fazer um bom jogo pelos reforços que estão voltando. O Guerra e o Felipe Melo vão ajudar a nossa equipe a fazer uma boa partida. Confiamos no grupo para conseguir a vitória", afirmou.

Para encerrar a preparação antes do jogo no Mineirão, o Palmeiras faz nesta terça-feira um treino fechado no CT do Atlético-MG, na parte da tarde. O técnico Cuca vai escalar a força máxima. Depois do Cruzeiro, a equipe tem como compromisso o Avaí, sábado, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.