Kerlon desmarca cirurgia e vai fazer tratamento no exterior

Com uma contusão no joelho esquerdo, jogador do Cruzeiro decide buscar um profissional de 'confiança'

Agência Estado,

13 de fevereiro de 2008 | 17h39

O meia Kerlon iria fazer uma cirurgia no joelho esquerdo nesta quarta-feira, em São Paulo. Mas, segundo o Cruzeiro, a operação foi desmarcada a pedido do próprio jogador, que deseja fazer o procedimento fora do País - nos Estados Unidos ou Europa, por um profissional escolhido por ele. Conhecido pelo drible da foca, em que controla a bola na cabeça, Kerlon sofreu a contusão no dia 30 de janeiro, em jogo contra o Cerro Porteño, pela fase preliminar da Libertadores. Como afetou o ligamento do joelho esquerdo, a previsão é de que ele fique de seis a oito meses afastado do futebol. A cirurgia desta quarta-feira seria realizada pelo médico Moisés Cohen, que já fez a operação de Kerlon em outras duas graves contusões - tornozelo esquerdo (2005) e joelho direito (2007). Ele tinha sido escolhido pelo próprio jogador, dentro de uma lista de cinco profissionais apresentada pelo Cruzeiro. Agora, no entanto, Kerlon mudou de idéia e decidiu procurar outro médico. Diante disso, o Cruzeiro irá formular um termo de compromisso em que o jogador se responsabilizará pela cirurgia.

Tudo o que sabemos sobre:
Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.