Massimo Pinca / Reuters
Massimo Pinca / Reuters

Khedira evolui bem de cirurgia no coração e volta a atuar na Juventus em 15 dias

Meia alemão teve problema diagnosticado antes de jogo contra o Atlético de Madrid, pela Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

05 de março de 2019 | 16h30

A Juventus informou que a recuperação do volante alemão Sami Khedira da cirurgia no coração a que foi submetido há 15 dias é satisfatória. Segundo comunicado divulgado pelo clube nesta terça, Khedira tem tido boa evolução do problema no coração que o afastou dos gramados e deve voltar a jogar ainda no final deste mês.

"Sami Khedira passou pelos testes cardiológicos planejados que destacaram a boa evolução clínica do tratamento realizado e iniciou um programa de treinamento personalizado. No momento, o prognóstico de cerca de um mês a partir da data da intervenção para a retomada da atividade competitiva plena está confirmado", escreveu o clube em comunicado oficial. Dessa forma, o jogador campeão do mundo com a Alemanha em 2014 estará apto para voltar aos gramados em cerca de 15 dias.

Em 19 de fevereiro, na véspera do duelo da Juventus contra o Atlético de Madrid, válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões e que o time espanhol venceu por 2 a 0, Khedira foi diagnosticado com uma fibrilação atrial, um tipo de arritmia cardíaca, e passou por um procedimento cirúrgico no dia seguinte.

Khedira tem contrato com a Juventus até junho de 2021. Nesta temporada, o meia alemão esteve em campo em 15 partidas e fez dois gols.

Em relação à lesão de Douglas Costa, a Juventus comunicou que o atacante brasileiro, baixa por um problema muscular, realizou um "treinamento personalizado" nesta terça-feira. É possível que o atacante esteja à disposição para o duelo de volta contra o Atlético de Madrid, marcado para a próxima terça-feira, em Turim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.