Kia desfaz acordo de Dualib com Luizão

Está cada vez mais evidente quem manda no futebol do Corinthians. Não adiantou o presidente Alberto Dualib ir até a sede da MSI para acompanhar a recontratação de Luizão na terça-feira. Kia Joorabchian se recusou a pagar o que Dualib e Luizão haviam acertado na segunda-feira: R$ 130 mil mensais por dois anos, e mais R$ 3,5 milhões para que Luizão retirasse da Justiça a ação que pode lhe garantir um crédito de R$ 8,9 milhões junto ao Corinthians. Kia resolveu diluir R$ 3,5 milhões nos dois anos e não pagar um centavo de salário ao atleta. Luizão ficou irritado quando percebeu que o acordo feito com Dualib não tinha validade e acabou com a reunião prometendo ir até a última instância para receber o que o clube lhe deve. Sem Luizão, a MSI insiste com o CSKA para liberar Vágner Love. O atleta viajará sábado para Roma, onde o clube faz pré-temporada. O lateral Paulo César, do PSG, voltou a interessar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.