Kia diz que não deixa o Brasil

Kia Joorabchian afirmou nesta quarta-feira que não existe nenhuma possibilidade de o presidente corintiano, Alberto Dualib, afastá-lo do Parque São Jorge e deixou claro que, se o dirigente continuar pedindo sua saída, pode se dar mal. "Só saio da MSI se eu quiser. E, se eu sair, os investidores (MSI) também saem", declarou Kia, por telefone, a um repórter da TV Globo. Dualib fez o que prometera e se reuniu ontem, em Londres, com Boris Berezovski, magnata russo que tem ligação com os investidores da MSI e com Kia. Ele pediu a saída do iraniano do comando da parceria, mas não conseguiu convencer o russo. A Agência Estado apurou que Berezovski chegou a ser irônico com Dualib. O presidente corintiano alegou que Kia não está indo bem em seu trabalho e, por isso, gostaria que a MSI o trocasse por outra pessoa. "Por que o senhor está tão bravo com o Kia? O Kia não está indo bem, ele está ótimo", rebateu Berezovski. "O Corinthians tinha dívidas e problemas e agora tem o maior patrocínio do Brasil, um time forte e está entre os primeiros no campeonato." As declarações do magnata russo, bastante ligado a Kia, deixaram clara sua intenção de não se intrometer nesse caso e de convencer Dualib a desistir da idéia de mudanças. O dirigente do Corinthians bem que tentou, mas não sensibilizou Berezovski. Dualib usou até o nome do atacante Robinho na reunião. "O Kia foi louco de comprar o Tevez (por US$ 22 milhões). Eu tinha sugerido a ele que comprasse o Robinho por US$ 8 milhões", disse Dualib ao russo. Os dois vão voltar a se encontrar nesta quinta-feira em Londres, mas dificilmente alguma coisa será modificada. Kia, que não cogita a idéia de deixar a parceria, afirmou ter intenção de entrar em contato com Dualib, ainda em Londres, para aparar as arestas. "Persisto no meu objetivo de transformar o Corinthians no melhor time da América do Sul e no mais lucrativo", comentou o iraniano, por meio de sua assessoria de Imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.