Kia espera ´momento certo´ para voltar ao Corinthians

Kia Joorabchian espera o momento certo para reassumir suas funções na parceria da MSI com o Corinthians. Pretende voltar mais forte do que nunca. Na cabeça do iraniano, o acordo de dez anos feito no fim de 2004 será cumprido. E ele não pretende desistir do Corinthians facilmente. Em entrevista à TV Record, de Londres, chegou a dizer que "sonha voltar ao clube juntamente com Tevez?, atacante que ele repassou ao West Ham em agosto.Kia se afastou do Parque São Jorge, segundo sua assessoria no Brasil, por dois motivos: a morte do pai, que o deixou encarregado de coordenar os negócios da família na Inglaterra, e as desavenças com o presidente corintiano Alberto Dualib.O iraniano rompeu com o cartola porque se cansou das críticas recebidas quando estava no comando do futebol do Corinthians e resolveu deixar que o presidente "tocasse" seu trabalho em paz. Como Kia não acredita que o técnico Emerson Leão terá sucesso com o atual elenco - citou a seu assessor que o time tem oito atacantes e nenhum lateral-esquerdo -, dará sua cartada final após os eventuais fracassos do treinador na temporada.É certo que Kia e Dualib não se sentarão juntos para traçar os rumos da parceria. Na condição de um dos investidores da MSI, ele espera mudanças no cenário político do Corinthians para breve. E, pelo assessor, mandou dizer ainda que no contrato não há cláusula determinando que a MSI mande dinheiro regularmente ao clube. ?A MSI deve pagar as contas. E não faz mais isso porque o Corinthians fica com as receitas da Nike, Samsung, TV e bilheterias?, informou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.