Kia Joorabchian diz que Tevez foi mal interpretado

Empresáro iraniano afirma que atacante não se recusou a entrar em campo pelo Manchester City

estadao.com.br

06 de outubro de 2011 | 09h27

LONDRES - O afastamento do atacante Carlitos Tevez, do Manchester City, tem dado o que falar na Europa. O argentino, que já jogou no Corinthians, foi alvo dos jornais ingleses The Guardian, The Independent e The Telegraph e também do italiano Corriere dello Sport.

Na última semana, o jogador argentino foi acusado pelo técnico Roberto Mancini de se recusar a entrar em campo no confronto com o Bayer de Munique, pela Liga dos Campeões. Pelo episódio, Tevez, que nega ter se recusado a jogar, foi suspenso pela diretoria do City até o dia 12 de outubro.

Quem também saiu em defesa de Carlitos foi seu empresário, o iraniano Kia Joorabchian, conhecido no Brasil por ter liderado uma parceira do Corinthians, a MSI. Segundo Kia, Tevez foi vítima de um erro de tradução do intérprete inglês, já que ele ainda não domina o idioma local. 

O empresário afirmou que Carlitos Tevez não se recusou a entrar em campo de forma alguma, mas que não jogou por não estar se sentido bem. O jogador está na Argentina. A diretoria do Manchester City tenta montar o quebra-cabeça para decidir o que fazer com o atacante.

 

Tudo o que sabemos sobre:
TevezKia JoorabchianManchester City

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.