Kia não precisa sair do País, diz MSI

A Assessoria de Comunicação da Média Sports Investiment Group (MSI), dona de 51% do lucro líquido auferido pelo Corinthians pelo prazo de 10 anos, negou hoje, através de nota oficial, que o iraniano Kia Joorabchian, responsável pela empresa, tenha que deixar o País. Ontem, a Coordenadora Geral de Imigração do Ministério do Trabalho e Emprego, Hebe Teixeira Romano, anunciou que o iraniano está trabalhando ilegalmente no Brasil e pediu a Polícia Federal que notificasse o empresário. Confira a seguir a íntegra da nota da empresa parceira do Corinthians: ?O Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil não solicitou formalmente que nenhum membro do Grupo MSI deixe o país tampouco fez questionamento oficial sobre a situação seus vistos em território brasileiro. Não existe nenhuma irregularidade relacionada a esse assunto. O grupo e seus membros, como sempre fizeram, estão seguindo exatamente o que determina a legislação desse país.Entendemos que há pessoas que se dizem corintianas que são contrárias ao futuro sucesso do Sport Club Corinthians Paulista apenas por desejos e pretensões individuais. Para atingir seus objetivos, essas pessoas estão atacando de maneira injusta e inverídica aqueles que realmente estão empenhados em transformar o Corinthians numa referência no futebol mundial e num símbolo de sucesso, não só para os torcedores como para o povo brasileiro. É de se espantar que alguns poucos membros do Conselho Deliberativo do Corinthians se comportem de maneira tão irresponsável e anti-democrática, especialmente quando também representam o país na esfera governamental.Acreditamos que esses ataques oportunistas e carentes de provas sobre um grupo e sobre indivíduos que estão tentando trazer grandes negócios para o país só servirão para criar um sentimento de medo e dúvida em outros grupos interessados em investir no Brasil, uma nação que tanto pode contribuir ao desenvolvimento mundial por sua cultura, oportunidades de negócio e, principalmente, pela qualidade de seus cidadãos.?

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2005 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.