Kia não recebeu intimação da PF

Pelo menos até o final do expediente, hoje, Kia Joorabichian não recebeu nenhuma intimação convocando-o a depôr na Polícia Federal, segunda-feira. Mas, se tiver que prestar depoimento mais uma vez, ele já sabe o que dizer. Segundo a sua assessoria, o iraniano está legalmente no País, amparado por um passaporte britânico, com a validade para representar uma empresa estrangeira por 90 dias úteis, de acordo com acordo entre os dois governos. De acordo com a MSI, Kia está no Brasil representando uma empresa inglesa, a MSI internacional, com sede em Londres, e não a MSI Brasil, estabelecida na avenida das Nações Unidas 12.995. Além disso, esses 90 dias não precisam ser contados de uma só vez. Como Kia já saiu do Brasil por três vezes - duas para a Argentina e uma para a Inglaterra - o seu visto ainda não venceu. A assessoria de imprensa da empresa, por intermédio de Fernando Mello, não soube dizer quando vence o visto de permanência do iraniano. Kia já foi convocado uma vez pela Polícia Federal em 24 de novembro. Ele mostrou seu passaporte britânico e saiu de lá com um atestado confirmando que está legalmente no Brasil.

Agencia Estado,

10 de fevereiro de 2005 | 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.