Kia negocia com clube inglês

Kia Joorabchian está em Londres desde o fim de semana e não é para buscar reforços para o Corinthians. O presidente da MSI negocia uma nova parceria e já iniciou contatos com o clube que pretende comandar. Trata-se do West Ham United, da capital inglesa, que na última temporada conseguiu o acesso para a Premier League, principal divisão do futebol do país.A iniciativa do dirigente é um sintoma de que as coisas não andam tão bem no Brasil. Pessoas ligadas a Kia, na Inglaterra, revelaram ao Estado que o chefão da MSI anda insatisfeito com atitudes da diretoria corintiana, sobretudo com o modo como Alberto Dualib vem administrando a agremiação nos últimos meses. O iraniano ficou irritado com os apelos de Dualib, via imprensa, para que sua neta, Carla Dualib, presidente da SMA, empresa de marketing, receba comissão por ter intermediado a negociação de patrocínio entre a MSI e a multinacional Samsung. E não gostou nada de ter sido criticado pelo presidente corintiano nos últimos dias.Kia não pretende, por enquanto, pôr fim à parceria. O fato de querer dirigir outro clube não significa que já esteja deixando o Corinthians. Vem trabalhando normalmente. Assinou contrato de patrocínio com a Samsung por dois anos e chamou, recentemente, um grupo para fazer assessoria de imprensa da MSI. Mas, pela primeira vez desde que o acordo teve início, cogita a possibilidade de quebrar o acordo de 10 anos. Conforme garantiram fontes da Inglaterra, ele já faz contatos com dirigentes do West Ham.A informação é mantida em sigilo por Kia e representantes do West Ham. Eles não vão confirmar o fato se forem questionados sobre o tema nos próximos dias. Sabem que a negociação será bastante prejudicada caso se torne pública.Para a MSI é interessante investir num clube como o West Ham. A equipe é considerada média no futebol inglês e obteve acesso para a divisão principal na última temporada. Não tem condição financeira muito favorável e seus dirigentes sabem que um reforço econômico será vital para que o time brigue por boas posições na Premier League e não corra o risco de ser rebaixado. A sede do West Ham é em Londres, onde vive a família de Kia. O estádio é o Upton Park, com capacidade para 35.500 pessoas.As tratativas ainda estão no início e, mesmo que haja um acordo, a MSI poderá prosseguir no Corinthians, embora muita gente ligada a Kia duvide disso. Aliás, há pressão de investidores na Inglaterra para que deixe o Brasil. O Estado entrou em contato com a assessoria da MSI, que preferiu não se pronunciar sobre o tema. A empresa também não conseguiu localizar Kia ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.