Kia oferece R$ 312 mi por time inglês

A MSI fez proposta de 65 milhões de euros, além de 43,5 milhões de euros para pagamento de dívidas (cercade R$ 312 milhões), para assumir o controle do West Ham United, da Inglaterra. A informação, que confirma reportagem exclusiva publicada pelo Estado na sexta-feira, foi dada pelo próprio Kia Joorabchian, em entrevista ao jornalista Mihir Bose, na edição desta quinta-feira do Telegraph, de Londres."No momento, estamos considerando um acordo. Temos consórcios americanos e do Oriente Médio por trás de nós e um acerto pode ou não acontecer", afirmou o presidente da MSI. "Quando encontramos os dirigentes do West Ham, planejávamos pagar 45 milhões de libras (cerca de 65 milhões de euros) e a dívida do clube, que gira em torno de 30 milhões de libras (43,5 milhões de euros). Mas, além da dívida, o West Ham quer 60 milhões de libras (87 milhões de euros)."Os valores que estão sendo discutidos referem-se apenas à negociação pelo controle do clube. Os investimentos serão definidos posteriormente.Em novembro passado, a MSI fechou parceria com o Corinthians por US$ 35 milhões (28,1 milhões de euros, 16 milhões de euros dos quais destinados ao pagamento de dívidas e 12,1 milhões de euros para contratações). Os valores que serão investidos em itens como contratações de reforços, por exemplo, em cada um dos 10 anos de contrato devem ser discutidos a cada temporada.Apesar de a negociação com o West Ham não ter sido concluída, Kia fala com otimismo da eventual parceria e acredita que os investimentos da MSI podem colocar a equipe em lugar de destaque no futebol inglês. "Acho que, com investimentos, o West Ham poderá fazer frente aos quatro grandes do país (Manchester United, Arsenal, Chelsea e Liverpool)." Por enquanto, a cúpula do clube não se manifesta sobre o assunto.O que isso significa para o Corinthians? Que o clube paulista vai perder a exclusividade com a MSI?. A empresa, em caso de acerto de contrato com o West Ham, vai dividir as atenções entre Brasil e Inglaterra. Kia garante que mantém os planos ambiciosos para o Corinthians, como a conquista dos títulos brasileiro e da Libertadores, mas há quem duvide que ele permaneça por muito tempo no Brasil. Muitos apostam que o acordo com o West Ham pode acelerar sua saída do Corinthians - ele anda insatisfeito com atitudes tomadas pelo presidente Alberto Dualib.De acordo com o Telegraph, Kia foi levado ao West Ham, recém-promovido à divisão principal da Inglaterra, por Pini Zahavi, filho de russos e que possui passaporte inglês. Zahavi é, há bom tempo, amigo do russo Roman Abramovich, o dono do Chelsea. As negociações reforçam ainda mais a relação entre o iraniano do Corinthians e Abramovich.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.