Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Kieza destaca bom posicionamento para ter rápido sucesso no Botafogo

Atacante tem três gols em cinco jogos pela equipe alvinegra

Estadao Conteudo

26 de fevereiro de 2018 | 21h14

Com três gols em cinco jogos - sendo o primeiro em um clássico contra o Flamengo -, o centroavante Kieza já mostrou que o Botafogo se deu em contratá-lo junto ao Vitória para o lugar de Roger, que se transferiu para o Internacional na virada de ano. O jogador havia dito em sua apresentação que esperava ser feliz com gols no Botafogo e o início é mais que animador.

+ Ferj confirma que clássico entre Flamengo e Botafogo será no Engenhão

Nesta segunda-feira, em entrevista coletiva no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, Kieza citou o seu posicionamento como ponto forte para balançar as redes e citou a importância de um ex-companheiro no seu crescimento profissional.

"Sempre fui um jogador de me posicionar bem na área, aprendi ao longo da minha carreira. No início eu tive dificuldade para marcar os gols e pude contar com um grande professor, que foi o Fred. Aprendi muito bem com ele e pude fazer os gols. Ano passado tive muitas contusões e nesse ano espero que as coisas aconteçam bem, sem lesões e com gols. Estou muito feliz por estar aqui no Botafogo", disse Kieza.

Com a semana livre para treinar, o Botafogo se prepara para o clássico contra o Flamengo, neste sábado, no estádio do Engenhão, pela terceira rodada da Taça Rio - o segundo turno do Campeonato Carioca. Para Kieza, é importante jogar na capital carioca, mesmo com mando do rival. "Para nós é maravilhoso jogar em casa, no nosso estádio e sem essas viagens longas para outros Estados. Isso é bom para as torcidas e para os clubes também", afirmou.

O centroavante também falou sobre Marcelo, volante com quem trabalhou no Vitória e nome especulado recentemente para vir ao Botafogo. As referências são boas. "O Marcelo é um jogador que controla a bola e consegue sair muito bem para o jogo, coisa que é difícil nos volantes atuais. Se chegar certamente somará. É um jogador novo, que ainda pode render muito no futebol. Que possa chegar e nos ajudar", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.