Rubens Chiri|Divulgação
Rubens Chiri|Divulgação

Sem Kieza, São Paulo terá só um reforço na estreia no Paulistão

Tricolor encara Red Bull Brasil, sábado, no Moisés Lucarelli

Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2016 | 20h30

Dos quatro reforços já contratados pelo São Paulo até aqui para 2016, apenas um vai fazer sua estreia oficial pelo clube diante do Red Bull Brasil, sábado, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Com Kieza, Callieri e Lugano aprimorando a forma física, o lateral-esquerdo Mena é a única novidade na lista de relacionados para a primeira rodada do Paulistão.

Kieza vinha treinando normalmente e inclusive se destacou num jogo-treino contra o time sub-20 do São Paulo. Como tem Alan Kardec, Rogério, Centurión e Wilder à disposição, entretanto, o técnico Edgardo Bauza optou por esperar o jogador se preparar melhor fisicamente.

Além de Kieza, Lugano e Calleri, o São Paulo tem outros três desfalques: o meia Daniel (contratura na coxa direita), o atacante João Paulo (fratura por stress) e o zagueiro Lyanco (que vai reforçar o time sub-20 na Libertadores da categoria, a partir de domingo).

Além deles, outros jogadores do elenco ficaram de fora da lista com os 18 relacionados. São os casos dos laterais-esquerdos Reinaldo e Matheus Reis, os laterais-direitos Auro e Matheus Caramelo e o zagueiro Luiz Eduardo. Com relação à temporada, só Rogério Ceni, Alexandre Pato, Luis Fabiano e Edson Silva deixaram o elenco.

Bauz não fez nenhum mistério sobre a escalação do São Paulo para pegar o Red Bull. O time será o mesmo que tem treinado todos os dias na Barra Funda: Denis; Bruno, Breno, Rodrigo Caio e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Michel Bastos, Ganso e Centurión; Alan Kardec.

Confira a lista de relacionados pelo São Paulo:

GOLEIROS - Denis e Renan Ribeiro;

LATERAIS - Bruno, Carlinhos e Mena;

ZAGUEIROS - Rodrigo Caio, Breno e Lucão;

VOLANTES - Hudson, Thiago Mendes, Wesley e João Schmidt;

MEIAS - Paulo Henrique Ganso, Michel Bastos e Centurión;

ATACANTES - Alan Kardec, Rogério e Wilder.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.