Divulgação
Divulgação

Kieza vai de herói a vilão e Bahia leva virada do Vitória no clássico

Atacante abre placar, é expulso, e time leva 3 a 1 e deixa o G-4

Estadão Conteúdo

03 de outubro de 2015 | 19h10

O Bahia marcou o gol mais rápido da Série B do Campeonato Brasileiro - logo aos 19 segundos com Kieza -, mas acabou perdendo o clássico Ba-Vi, de virada, diante do Vitória pelo placar de 3 a 1, em partida realizada neste sábado na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 29.ª rodada. O atacante, que era para ser o herói, acabou expulso e facilitou o triunfo do arquirrival.

Com o resultado, o Bahia perdeu a invencibilidade na Arena Fonte Nova e acabou ficando fora do G4 com 47 pontos. Os comandados do técnico Sérgio Soares não vencem há quatro rodadas. O Vitória, por sua vez, diminuiu a diferença para o líder Botafogo para quatro pontos, garantindo assim a vice-liderança, com 52. Já são seis jogos sem derrotas.

Precisando da vitória para superar o rival na tabela de classificação, o Bahia iniciou a partida ligado nos 220 volts e foi logo abrindo placar. Kieza precisou de apenas 19 segundos para receber o cruzamento da direita de Tiago Real e empurrar para o fundo das redes. Na comemoração, tirou a camisa e acabou levando o cartão amarelo.

O Vitória sentiu a pressão, recuou, mas foi se recuperando com o andamento do jogo. Quando equilibrou as ações, deixou tudo igual. Aos 28 minutos, Diego Mateus cruzou, Elton dividiu com Douglas Pires e a bola sobrou para Escudero, que só teve o trabalho de empurrar. Antes do apito final, Kieza recebeu dentro da área, dominou a bola com o braço e marcou. O árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden viu, anulou o lance e expulsou o jogador, que ficou incontrolável e não poupou nas ofensas.

O Bahia voltou mais frágil para a segunda etapa, com a expulsão de Kieza, e não conseguiu segurar o arquirrival, que foi com tudo para cima. A virada do Vitória aconteceu aos 13 minutos. Vander recebeu dentro da área e ajeitou de cabeça para Rhayner chegar chutando e mandar para o fundo das redes.

O Vitória cresceu ainda mais com o gol e foi para a blitz. O terceiro gol saiu com Elton, mas o árbitro pegou impedimento do jogador. Na outra tentativa, Escudero por pouco não fez um gol olímpico - a bola ficou na trave. O gol só saiu aos 38 minutos. Diego Renan tabelou com Élton e fez um golaço, confirmando o triunfo rubro-negro.

Na próxima rodada, a 30.ª, o Bahia visita o Paysandu nesta terça-feira, às 21h30, no estádio Mangueirão, em Belém. No próximo sábado, o Vitória enfrenta o Boa, às 16h30, no estádio Barradão, em Salvador.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 3 VITÓRIA

BAHIA - Douglas Pires; Railan, Robson, Gustavo e João Paulo; Yuri, Paulinho Dias (Souza), Eduardo (João Paulo) e Tiago Real; Maxi Biancucchi (Zé Roberto) e Kieza. Técnico: Sérgio Soares.

VITÓRIA - Gatito Fernández; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Pedro Ken (Flávio), Escudero (Jorge Wagner) e Vander; Rhayner (David) e Elton. Técnico: Vagner Mancini.

GOLS - Kieza, aos 19 segundos, e Escudero, aos 28 minutos do primeiro tempo; Rhayner, aos 12, e Diego Renan, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Yuri, Tiago Real e Maxi Biancucchi (Bahia); Amaral e Ramon (Vitória).

CARTÃO VERMELHO - Kieza (Bahia).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS).

RENDA - R$ 1.330.969,00.

PÚBLICO - 37.169 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBahiaVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.