Kléber atribui cartões a experiência no futebol ucraniano

O atacante Kléber, do Palmeiras, atribuiu à experiência de quatro anos na Ucrânia o fato de ser o jogador com maior número de cartões amarelos no Brasileiro. Expulso três vezes, ele disse que não é violento, apenas tem um estilo diferente."Lá é tudo mais truncado. São marcadas poucas faltas. Fiquei marcado por esse estilo. Disputo duro as jogadas, mas sem deslealdade", afirmou o atleta, que reconheceu a necessidade de mudar o comportamento nas próximas partidas. "Talvez eu tenha que mudar um pouco minha maneira de entender as coisas dentro de campo. Às vezes eu sofro cartões que qualquer outro atleta não sofreria. Alguns árbitros tem critérios diferentes de outros. Uns deixam o jogo correr, outros não. É uma situação de adaptação e eu estou procurando mudar a cada dia", disse o jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.