Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Kleber lamenta erro, mas se diz confiante no Palmeiras

O atacante palmeirense entrou no segundo tempo e marcou o gol de empate no tempo normal

Március Azevedo, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2013 | 19h46

SANTOS -  Kleber estava tomando banho nos vestiários e não ouviu o presidente Paulo Nobre afirmar que o gol que ele marcou no clássico contra o Santos seria o primeiro de muitos pelo clube, mas o atacante não precisou da declaração para se sentir confiante.

A eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista e o pênalti perdido ficaram em segundo plano. Kleber preferiu comemorar o fim do jejum. O atacante acredita que agora pode ter mais tranquilidade para provar que o Palmeiras não errou ao contratá-lo do Porto. "Acho que saio mais confiante", afirmou Kleber. "Claro que estou triste pela eliminação e pelo pênalti, mas acredito que estarei mais confiante para o próximo jogo (terça-feira, contra o Tijuana, pela Libertadores) por causa do gol."

Em relação ao pênalti, Kleber disse que tentou surpreender o goleiro Rafael finalizando no meio do gol, mas não pegou tão forte na bola, facilitando para o santista que defendeu o chute com o pé. "Bati no meio, mas um pouco fraco, aí deu tempo de o Rafael chegar. Pênalti é assim, ou você acerta ou você erra. Infelizmente, eu errei e o Santos está de parabéns pela classificação".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.