Kléber Pereira confirmado no 'mistão' do Santos

Emerson Leão também confirma equipe com três zagueiros para tentar complicar a vida da Ponte Preta

Sanches Filho, Especial para O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2008 | 19h52

Leão vai escalar um time misto forte, com o artilheiro Kléber Pereira, três zagueiros altos e Rodrigo Tabata no meio-de-campo, para enfrentar a Ponte Preta domingo à tarde, na Vila Belmiro. O técnico deu a informação à ESPN Brasil, na tarde desta quinta. Ele também confirmou que 16 jogadores viajarão no sábado à noite para o México, onde o Santos jogará contra o Chivas Guadalajara, na próxima quarta-feira, pela Copa Libertadores da América. Veja também: Simule a classificação final da primeira fase do Paulistão Quais times devem se classificar para a semifinal do Paulistão Classificação Próximos jogos "Não posso impedir que ele [Kleber Pereira] tenha mais uma chance de fazer gols para acabar como artilheiro do Campeonato Paulista. E vou escalar três zagueiros - Fabão, Marcelo e Evaldo -, de 1m90 para cima, além de Tabata no meio, ele que está louco por uma oportunidade", disse o treinador santista. "Resta o Corinthians fazer a parte dele em Bauru", acrescentou. Na véspera do jogo contra o San José, da Bolívia, Leão já havia sinalizado com a escalação de Kléber Pereira no domingo, ao afirmar que como ele tinha mais um jogo, deveria terminar o Campeonato Paulista como artilheiro. Nesta sexta, Leão deve revelar quais serão os jogadores preservados. Tudo indica que serão aqueles que não têm reservas à altura, como os laterais Denis (Adoniran não está inscrito na Libertadores) e Kleber, os volantes Marcinho Guerreiro e Rodrigo Souto (Adriano recupera-se da contusão), o meia Molina, e o goleiro Fábio Costa, que sofreu um corte no cotovelo direito e jogou no sacrifício contra o San José.Na manhã desta quinta-feira, enquanto a maioria dos titulares fazia exercícios em aparelhos no departamento de preparação física, jogadores desconhecidos do torcedor, como Hudson e Paulo Henrique, apareceram no time de cima, porém poucos deles terão oportunidade de atuar no domingo. O time do coletivo foi Douglas; Evaldo, Marcelo e Fabão; Felipe, Adoniran, Hudson, Paulo Henrique e Carleto; Renatinho e Moraes.Para o goleiro Douglas, jogar contra a Ponte Preta vai ser a oportunidade que ele vinha esperando para mostrar que tem condições para ser titular sempre que Fábio Costa estiver impossibilitado de atuar."Meu último jogo foi no fim do ano passado, pela Copa Federação Paulista, quando eu estava no Sertãozinho. Não vejo como problema esse período que fiquei sem atuar porque venho me preparando bem com Pedrinho Santilli e Edinho", afirmou o goleiro, que considera normal o torcedor pedir para que o time perca da Ponte Preta para não ajudar o Corinthians a se classificar às semifinais do Campeonato Paulista. "Vou trabalhar para não tomar gol e torcer para que o nosso time tenha uma grande atuação. Essa situação de o Corinthians depender do Santos é apenas uma coincidência que não altera o nosso comportamento. Até porque só vestir a camisa santista já é uma grande responsabilidade", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.